29º dia – Carajazinho – Parque das Fontes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Já começa bater saudade, quando o final da jornada se aproxima. O penúltimo dia de caminhada, dia 14 de setembro, um peregrino muito especial do Caminho das Missões retornou para o grupo, o Jacy. Ele tinha percorrido os 19 primeiros dias e mais de 430 km, compromissos o levaram a Porto Alegre, mas conseguiu retornar para finalizar o trajeto com seus amigos de caminhada. Vale lembrar que esta é a 12ª caminhada deste jovem octogenário no Caminho das Missões.


O grupo passou pelo Sítio Arqueológico de São joão Batista – Patrimônio Nacional – Neste local os peregrinos puderam observar a beleza e grandiosidade do que era a igreja e o espaço urbano do povoado missioneiro. Foi em São João Batista que o padre Antônio Sepp, no início do século XVIII, observou que em uma pedra chamada itacuru, havia minério de ferro. Então neste povoado foram criadas siderurgias extraindo o ferro da pedra para o uso em ferramentas, utensílios, sinos e tudo mais que precisassem.Vale destacar que nesta época, praticamente em toda a América não se produzia nada em ferro ou aço, todo o material vinha da Europa, o que tornava caro e até raro. A implantação desta tecnologia possibilitou um desenvolvimento gigantesco para as Missões.

O almoço foi com a família de João de Deus

Seguindo a caminhada o grupo almoço com a família de João de Deus e chegou ao Parque das Fontes, um parque de águas, local de pernoite. No entardecer já estavam todos reunidos: os caminhantes que percorreram todo o trajeto, além de outros que fizeram parte do início, inclusive os organizadores da parte Argentina e Paraguaia. Uma verdadeira confraternização internacional, preparativa para a grande chegada que acontece neste domingo, dia 15 de setembro, em frente à Catedral Angelopolitana.

No anoitecer Claudino de Lucca, um músico e compositor renomado, morador do local, apresentou-se para os peregrinos.

Fechar Menu
×

Carrinho